Alexandra Martins, mulher de Antonio Fagundes, fala sobre decisão de não ter filhos

10/09/2019 15h18

Alexandra Martins, mulher de Antonio Fagundes, fala sobre decisão de não ter filhos.
Imagem: Isabella Pinheiro/GshowAlexandra Martins e Antonio Fagundes no lançamento de Alexandra Martins e Antonio Fagundes no lançamento de "Bom Sucesso"

Alexandra Martins é uma mulher em paz com suas escolhas, uma delas é o fato de não ter vivido a maternidade. Em um bate papo sincero com o Gshow, a atriz que interpreta Leila em Bom Sucesso, revela por que optou por não ter filhos. Casada com Antonio Fagundes há quatro anos - eles estão juntos há 12, desde que se conheceram no seriado Carga Pesada (2007) - ela fala abertamente sobre sua escolha.

"Nunca quis ser mãe. E sou super feliz com essa decisão. Tenho dois afilhados, dois sobrinhos, acho muito bacana e criança é um barato, mas não quero esse estilo de vida para mim", explica a artista, de 42 anos.

Alexandra admite que ainda existe cobrança para que a mulher se torne mãe, mas que ela não chegou a sentir um olhar de reprovação:

"Consigo perceber que mudou um pouco. As pessoas não olham mais atravessado. Hoje, a gente pode parar para pensar. Ao longo do processo civilizatório precisávamos perpetuar nossa espécie: nascer, crescer, multiplicar e morrer. Mas agora está mais do que perpetuado, né? Já tem gente demais nesse mundo. Tenho amigas que tiveram filho só porque se casaram, mas acho que colocar alguém bom no mundo para somar e contribuir é uma decisão muito séria. Tenho certeza de que eu seria uma excelente mãe, mas não é meu desejo", reforça a atriz.

Sem filhos, ela e Fagundes vivem muito bem, obrigada, atuando e produzindo em cinema e teatro. Já na novela das 7, Leila, personagem dela, é enfermeira de Alberto, papel de Fagundes. Juntos, formam uma dupla e tanto dentro e fora de cena.

"A gente se conheceu trabalhando. Como vivemos muito nosso trabalho, é natural que isso aconteça e adoramos",
assegura Alexandra, que se casou com o ator e acrescentou o sobrenome dele nos documentos: "Ficou Alexandra Martins Corrêa Fagundes."

Em Bom Sucesso, o personagem de Fagundes sofre de uma doença terminal. Na vida real, Alexandra diz que tenta lidar com naturalidade quando o assunto é finitude:

"Hoje, temos coisas a nosso favor que são tecnologia, medicina, então é tentar prevenir. Acho que o melhor remédio é a prevenção. Não importa idade, condição social, tem que tentar ter mais qualidade de vida, se alimentar bem, se hidratar, fazer exercício, ter uma cabeça bacana, buscar fazer coisas positivas porque a morte vai chegar, a gente só não sabe o dia."

Para se manter bem física e mentalmente, a atriz conta que, entre outros exercícios, pratica balé fitness e que também cuida da parte estética. Nada radical. Envelhecer não é problema para ela:

"Acho que a gente tem que aceitar o tempo, que os anos passam. Quero envelhecer com qualidade. A gente tem que entender que a pele não é mais a mesma, que aparece uma marquinha aqui e ali que não tinha antes, mas que se conseguir levar isso de maneira natural, claro que com cuidado, melhor."


"Nada muito invasivo, que mude minha expressão, por exemplo, porque vivo disso então acho importante que meu rosto seja mantido como é. Faço coisas para prevenir, para manter a elasticidade, estimular colágeno. Botox ainda não."

Imagem: Isabella Pinheiro/GshowAlexandra Martins e Antonio Fagundes no lançamento de Alexandra Martins e Antonio Fagundes no lançamento de "Bom Sucesso"

Alexandra Martins é uma mulher em paz com suas escolhas, uma delas é o fato de não ter vivido a maternidade. Em um bate papo sincero com o Gshow, a atriz que interpreta Leila em Bom Sucesso, revela por que optou por não ter filhos. Casada com Antonio Fagundes há quatro anos - eles estão juntos há 12, desde que se conheceram no seriado Carga Pesada (2007) - ela fala abertamente sobre sua escolha.

"Nunca quis ser mãe. E sou super feliz com essa decisão. Tenho dois afilhados, dois sobrinhos, acho muito bacana e criança é um barato, mas não quero esse estilo de vida para mim", explica a artista, de 42 anos.

Alexandra admite que ainda existe cobrança para que a mulher se torne mãe, mas que ela não chegou a sentir um olhar de reprovação:

"Consigo perceber que mudou um pouco. As pessoas não olham mais atravessado. Hoje, a gente pode parar para pensar. Ao longo do processo civilizatório precisávamos perpetuar nossa espécie: nascer, crescer, multiplicar e morrer. Mas agora está mais do que perpetuado, né? Já tem gente demais nesse mundo. Tenho amigas que tiveram filho só porque se casaram, mas acho que colocar alguém bom no mundo para somar e contribuir é uma decisão muito séria. Tenho certeza de que eu seria uma excelente mãe, mas não é meu desejo", reforça a atriz.

Sem filhos, ela e Fagundes vivem muito bem, obrigada, atuando e produzindo em cinema e teatro. Já na novela das 7, Leila, personagem dela, é enfermeira de Alberto, papel de Fagundes. Juntos, formam uma dupla e tanto dentro e fora de cena.

"A gente se conheceu trabalhando. Como vivemos muito nosso trabalho, é natural que isso aconteça e adoramos",
assegura Alexandra, que se casou com o ator e acrescentou o sobrenome dele nos documentos: "Ficou Alexandra Martins Corrêa Fagundes."

Em Bom Sucesso, o personagem de Fagundes sofre de uma doença terminal. Na vida real, Alexandra diz que tenta lidar com naturalidade quando o assunto é finitude:

"Hoje, temos coisas a nosso favor que são tecnologia, medicina, então é tentar prevenir. Acho que o melhor remédio é a prevenção. Não importa idade, condição social, tem que tentar ter mais qualidade de vida, se alimentar bem, se hidratar, fazer exercício, ter uma cabeça bacana, buscar fazer coisas positivas porque a morte vai chegar, a gente só não sabe o dia."

Para se manter bem física e mentalmente, a atriz conta que, entre outros exercícios, pratica balé fitness e que também cuida da parte estética. Nada radical. Envelhecer não é problema para ela:

"Acho que a gente tem que aceitar o tempo, que os anos passam. Quero envelhecer com qualidade. A gente tem que entender que a pele não é mais a mesma, que aparece uma marquinha aqui e ali que não tinha antes, mas que se conseguir levar isso de maneira natural, claro que com cuidado, melhor."


"Nada muito invasivo, que mude minha expressão, por exemplo, porque vivo disso então acho importante que meu rosto seja mantido como é. Faço coisas para prevenir, para manter a elasticidade, estimular colágeno. Botox ainda não."


Fonte GShow

Para ler mais notícias do FlorianoNews, clique em florianonews.com/noticias. Siga também o FlorianoNews no Twitter e no Facebook

Tópicos: alexandra, atriz, fagundes