Soneto

10/09/2019 11h04

Soneto.
Medito com amor
Sonho coa verdade
A sinceridade
Me tira o terror

Não sinto pavor
Nem prezo a maldade
Minha honestidade
Cresce meu valor

O meu dom sincero
É pujante e vero
E não me envergonha

Meu estro sagrado
Só canta inspirado
Só fala o que sonha

Medito com amor
Sonho coa verdade
A sinceridade
Me tira o terror

Não sinto pavor
Nem prezo a maldade
Minha honestidade
Cresce meu valor

O meu dom sincero
É pujante e vero
E não me envergonha

Meu estro sagrado
Só canta inspirado
Só fala o que sonha


Fonte Poeta Agostinho

Tópicos: amor, canta, sonha