Fábio cita planejamento e diz que Cruzeiro paga, no Brasileiro, por ter priorizado Copas

10/09/2019 15h05

Fábio cita planejamento e diz que Cruzeiro paga, no Brasileiro, por ter priorizado Copas.
Um dos jogadores mais importantes do elenco cruzeirense, o goleiro Fábio foi um dos poucos que, após a derrota de 4 a 1 para o Grêmio, domingo, no Independência, parou para falar com os jornalistas. Com personalidade, o camisa 1 desabafou sobre a situação delicada da Raposa no Campeonato Brasileiro, uma vez que o time briga contra o rebaixamento.

Sem citar nomes ou apontar diretoria ou antiga comissão técnica como responsáveis, Fábio diz que o Cruzeiro se equivocou ao priorizar a Copa do Brasil e a Copa Libertadores, deixando o Campeonato Brasileiro em segundo plano.
Imagem: Douglas Magno/BP FilmesFábio diz que reação do Cruzeiro passa por mudança de atitude dos jogadores em campo.(Imagem:Douglas Magno/BP Filmes)Fábio diz que reação do Cruzeiro passa por mudança de atitude dos jogadores em campo.

- Mais um ano que a gente vai ter que aprender com coisas que a gente já vivenciou lá atrás, né, priorizar campeonato mata-mata, planejamento lá atrás, e agora a gente está pagando por isso aí dentro do Brasileiro, que é uma competição difícil.

Sobre as cobranças internas, o experiente goleiro destaca que elas existem, mas ressalta que de nada adianta cobrar se, dentro de campo, os jogadores não fizerem a parte deles.

- Todo mundo está cobrando. Mas tem que fazer dentro de campo. O negócio é resolvido dentro de campo. Os jogadores se cobram, o treinador cobra, a diretoria cobra... Mas o negócio é 11 contra 11 lá dentro. E, nesses momentos, em que o Campeonato Brasileiro se torna cada vez mais difícil, a gente tem que evitar os erros. Principalmente os que a gente teve nesse jogo, contra o Grêmio, em que possibilitamos os ataques e, por méritos e pela qualidade deles, souberam aproveitar.

Perguntado se logo após a goleada sofrida para o Grêmio houve uma conversa entre os jogadores no vestiário, Fábio negou, e falou sobre o que é preciso fazer para voltar a vencer no Brasileirão: passa por uma mudança de atitude.

- Conversa, não. É colocar cada vez mais em prática dentro dos jogos. Não adianta ficar lamentando. A gente tem que trabalhar nesta semana, forte, para buscar o resultado positivo fora de casa. Futebol é desse jeito. Não fizemos o dever de casa, e no Brasileiro é assim, tem que buscar fora (de casa) agora. Temos que jogar empenhados, focados, para evitar os erros. Quando a gente evita os erros, a gente fica mais próximo de vencer.
Um dos jogadores mais importantes do elenco cruzeirense, o goleiro Fábio foi um dos poucos que, após a derrota de 4 a 1 para o Grêmio, domingo, no Independência, parou para falar com os jornalistas. Com personalidade, o camisa 1 desabafou sobre a situação delicada da Raposa no Campeonato Brasileiro, uma vez que o time briga contra o rebaixamento.

Sem citar nomes ou apontar diretoria ou antiga comissão técnica como responsáveis, Fábio diz que o Cruzeiro se equivocou ao priorizar a Copa do Brasil e a Copa Libertadores, deixando o Campeonato Brasileiro em segundo plano.
Imagem: Douglas Magno/BP FilmesFábio diz que reação do Cruzeiro passa por mudança de atitude dos jogadores em campo.(Imagem:Douglas Magno/BP Filmes)Fábio diz que reação do Cruzeiro passa por mudança de atitude dos jogadores em campo.

- Mais um ano que a gente vai ter que aprender com coisas que a gente já vivenciou lá atrás, né, priorizar campeonato mata-mata, planejamento lá atrás, e agora a gente está pagando por isso aí dentro do Brasileiro, que é uma competição difícil.

Sobre as cobranças internas, o experiente goleiro destaca que elas existem, mas ressalta que de nada adianta cobrar se, dentro de campo, os jogadores não fizerem a parte deles.

- Todo mundo está cobrando. Mas tem que fazer dentro de campo. O negócio é resolvido dentro de campo. Os jogadores se cobram, o treinador cobra, a diretoria cobra... Mas o negócio é 11 contra 11 lá dentro. E, nesses momentos, em que o Campeonato Brasileiro se torna cada vez mais difícil, a gente tem que evitar os erros. Principalmente os que a gente teve nesse jogo, contra o Grêmio, em que possibilitamos os ataques e, por méritos e pela qualidade deles, souberam aproveitar.

Perguntado se logo após a goleada sofrida para o Grêmio houve uma conversa entre os jogadores no vestiário, Fábio negou, e falou sobre o que é preciso fazer para voltar a vencer no Brasileirão: passa por uma mudança de atitude.

- Conversa, não. É colocar cada vez mais em prática dentro dos jogos. Não adianta ficar lamentando. A gente tem que trabalhar nesta semana, forte, para buscar o resultado positivo fora de casa. Futebol é desse jeito. Não fizemos o dever de casa, e no Brasileiro é assim, tem que buscar fora (de casa) agora. Temos que jogar empenhados, focados, para evitar os erros. Quando a gente evita os erros, a gente fica mais próximo de vencer.

Fonte Globoesporte.com

Tópicos: jogadores, campeonato, erros