PRF registra redução nos índices de acidentes nas rodovias que cortam o Piauí

21/12/2018 13h13

Da redação do FlorianoNews [email protected]


Imagem: FlorianoNewsPolícia Rodoviária Federal da 3ª Delegacia de Floriano.(Imagem:FlorianoNews)Polícia Rodoviária Federal da 3ª Delegacia de Floriano.

A Polícia Rodoviária Federal do Piauí registrou, nesse ano de 2018, uma redução nos índices que medem a violência no trânsito em rodovias federais. Um relatório divulgado na última quinta-feira (20) revelou que a taxa de letalidade nas rodovias que cortam o Piauí caiu consideravelmente em comparação a 2017.

Segundo dados repassados pela 3ª Delegacia da PRF de Floriano, no ano passado foram registrados 1532 acidentes, que deixaram 1567 pessoas feridas e levaram a 209 óbitos. Este ano, esses números representam uma queda de 19,71% na taxa de acidentes, o número de feridos baixou em 15,82% e o número de pessoas que perderam a vida teve uma diminuição de 36,84%. 

Imagem: Divulgação/PRFPRF registra redução nos índices de acidentes nas rodovias que cortam o Piauí.(Imagem:Divulgação/PRF)

De acordo com a PRF, os resultados foram obtidos graças ao esforço de todos os que fazem a PRF no Piauí, que trabalham em diversas frentes para diminuir a violência no trânsito. A ação mais recente implementada para chegar a esse objetivo é a Declaração de Acidente de Trânsito eletrônica (e-DAT), que permite aos envolvidos em acidentes sem vítimas registrarem sua própria ocorrência pela internet. 

A implantação dessa ferramenta proporciona maior comodidade e segurança ao usuário da rodovia, que não precisará aguardar os policiais no local do acidente, ao mesmo tempo em que desburocratiza as demandas nas BRs, disponibilizando o policiamento para o atendimento e prevenção das ocorrências de maior gravidade. 

A fiscalização voltada para a prevenção dos acidentes mais letais é outro fator que contribui para as reduções dos índices de mortalidade nas rodovias federais.
 

Confira as últimas notícias sobre Floriano: florianonews.com/floriano
Siga @florianonews e curta o FlorianoNews