Mulher é assassinada a facadas e companheiro é preso suspeito do crime em Piripiri

10/09/2019 14h48

Mulher é assassinada a facadas e companheiro é preso suspeito do crime em Piripiri.
Imagem: Clique PiripiriDelegacia Regional de Piripiri(Imagem:Clique Piripiri)Delegacia Regional de Piripiri

Uma mulher de 44 anos, identificada como Cléia Marques da Silva, foi assassinada a facadas na noite de segunda-feira (9) no bairro Matadouro, em Piripiri. O principal suspeito é Adriano Gomes da Silva, companheiro da vítima. Ele foi preso depois de ter fugido do local do crime e quase ter sido linchado pela população.

“Nós fomos acionados por volta das 22h a respeito de um possível crime de feminicídio. Ao chegarmos ao local, verificamos que Cléia da Silva, tinha sido vítima de golpes de faca no pescoço, e o suspeito seu próprio companheiro”,
explicou o Comandante do 12° Batalhão de Polícia Militar (BPM) em Piripiri, tenente-coronel Erisvaldo Viana.

A vítima ainda chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu em sua residência.

“Nós diligenciamos e prendemos o suspeito, que quase foi linchado pela população do bairro”,
contou o comandante do 12° BPM. Adriano Gomes da Silva foi preso e levado para o Complexo de Delegacias de Piripiri.
Imagem: Clique PiripiriDelegacia Regional de Piripiri(Imagem:Clique Piripiri)Delegacia Regional de Piripiri

Uma mulher de 44 anos, identificada como Cléia Marques da Silva, foi assassinada a facadas na noite de segunda-feira (9) no bairro Matadouro, em Piripiri. O principal suspeito é Adriano Gomes da Silva, companheiro da vítima. Ele foi preso depois de ter fugido do local do crime e quase ter sido linchado pela população.

“Nós fomos acionados por volta das 22h a respeito de um possível crime de feminicídio. Ao chegarmos ao local, verificamos que Cléia da Silva, tinha sido vítima de golpes de faca no pescoço, e o suspeito seu próprio companheiro”,
explicou o Comandante do 12° Batalhão de Polícia Militar (BPM) em Piripiri, tenente-coronel Erisvaldo Viana.

A vítima ainda chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu em sua residência.

“Nós diligenciamos e prendemos o suspeito, que quase foi linchado pela população do bairro”,
contou o comandante do 12° BPM. Adriano Gomes da Silva foi preso e levado para o Complexo de Delegacias de Piripiri.

Fonte G1 PI

Veja mais notícias sobre Piauí, clique em florianonews.com/piaui

Tópicos: vítima, piripiri, suspeito