"Eu amo o Nordeste", diz Bolsonaro em visita à Bahia após polêmica sobre governadores da região

23/07/2019 13h23

"Eu amo o Nordeste", diz Bolsonaro em visita à Bahia após polêmica sobre governadores da região.
O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (23) em evento em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, que ama o Nordeste (veja vídeo acima). A declaração foi dada durante a cerimônia de inauguração do Aeroporto Glauber Rocha.

A viagem do presidente é a segunda ao Nordeste desde que ele tomou posse e a primeira após a polêmica causada por declaração sobre governadores da região. Em conversa informal com o ministro Onyx Lorenzoni na última sexta-feira (19), o presidente afirmou que "daqueles governadores de paraíba, o pior é o do Maranhão".

"Eu amo o Nordeste, afinal de contas, a minha filha tem em suas veias, sangue de cabra da peste. Cabra da peste de Crateús, o nosso estado aqui, mais pra cima, o nosso Ceará. Quem é nordestino aqui levanta o braço. Quem concorda com o presidente Jair Bolsonaro levanta o braço. Estamos juntos ou não estamos?",
declarou nesta terça.
Imagem: Divulgação

"Não estou em Vitória da Conquista, não estou na Bahia, nem no Nordeste. Estou no Brasil. Não há divisão entre nós: [divisão por] sexo, raça, cor, religião ou região. Somos um só povo com um só objetivo: colocar esse grande país em um lugar de destaque que merece".


Durante o discurso, Bolsonaro defendeu o respeito às religiões e voltou dizer que, embora o estado seja laico, ele é cristão. A afirmação já havia sido feita por Bolsonaro no início de julho, em evento no Senado, quando disse que indicaria um ministro evangélico para o Supremo Tribunal Federal.

Governador não participou de inauguração

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), se recusou a participar do evento de inauguração do terminal aéreo nesta terça por considerá-lo restrito a poucos convidados, “como se fosse uma convenção político-partidária”. Desde o início da manhã, o terminal aéreo estava cercado por tapumes.

Durante o discurso, Bolsonaro disse lamentar que Costa não estivesse no evento e que não tem preconceitos em relação a partidos, mas que não aceitava quem quiser "impor a nós o socialismo ou o comunismo".

Assim como o governador Rui Costa, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Nelson Leal (PP), também informou que não participaria da cerimônia em solidariedade à decisão de Costa. Além deles, a filha do cineasta baiano que dá nome ao terminal, Paloma Rocha, se recusou a ir ao evento.

Bolsonaro usa chapéu de vaqueiro

Em um segundo pronunciamento, Bolsonaro voltou a defender o Nordeste, disse ser uma honra ser nordestino naquele dia e vestiu um chapéu de vaqueiro, de couro.

"Não é qualquer um que usa um trem desses na cabeça, não. Somos todos paraíba, somos todos baianos. O que nós não somos é aqueles que querem puxar pra trás o nosso estado, o nosso Brasil. Aí nós não somos",
afirmou.
Imagem: Reprodução/TV BahiaBolsonaro veste chapéu de vaqueiro durante evento em Vitória da Conquista, na Bahia.(Imagem:Reprodução/TV Bahia)Bolsonaro veste chapéu de vaqueiro durante evento em Vitória da Conquista, na Bahia.

Prefeitos presentes
Os prefeitos de Salvador, ACM Neto (DEM), e de Vitória da Conquista, Hérzem Gusmão (MDB), participaram da cerimônia. Bolsonaro cumprimentou os dois durante seu discurso e deu um recado a ACM Neto.

"Chamo de garoto porque você é muito mais novo que eu. Mais na frente, se Deus quiser, você ocupará a honrosa cadeia que ocupo",
declarou.

Ausência da Polícia Militar
Nesta terça, antes de embarcar rumo à Bahia, Bolsonaro postou em sua conta no Twitter que o governador Rui Costa não autorizou a presença da Polícia Militar para fazer a segurança na cerimônia. Em resposta, o governador disse que, como o evento é exclusivamente federal, as forças federais devem fazer a segurança do presidente — a PM é uma força estadual.

Nesta manhã, quando Bolsonaro desembarcou no município baiano, pouco antes das 11h, agentes da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e do Exército, além de seguranças particulares, participavam do esquema de segurança da inauguração do aeroporto, que amanheceu cercado por tapumes.Centenas de pessoas — entre elas apoiadores e críticos de Bolsonaro — se reuniam do lado de fora do aeroporto por volta das 10h30. O clima era pacífico, e um telão foi montado para transmitir a cerimônia.
Imagem: Reprodução/GloboNewsBolsonaro desembarca em Vitória da Conquista, na Bahia, para inauguração de aeroporto.(Imagem:Reprodução/GloboNews)Bolsonaro desembarca em Vitória da Conquista, na Bahia, para inauguração de aeroporto.

Aeroporto de R$ 105,8 milhões

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, o custo da obra do Aeroporto Glauber Rocha está estimado em R$ 105,8 milhões. Desse total, segundo o governo, R$ 79,9 milhões foram viabilizados por meio de dois convênios. A União repassou ao estado da Bahia 93,33% do valor referente aos convênios.

O terminal está localizado nas proximidades da BR-116, a 10 km do centro de Vitória da Conquista, e deverá começar a operar comercialmente nesta quinta-feira (25). A estimativa é que uma população de 2,3 milhões de pessoas de 100 municípios vizinhos, baianos e mineiros, poderão ser atendidos.
O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (23) em evento em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, que ama o Nordeste (veja vídeo acima). A declaração foi dada durante a cerimônia de inauguração do Aeroporto Glauber Rocha.

A viagem do presidente é a segunda ao Nordeste desde que ele tomou posse e a primeira após a polêmica causada por declaração sobre governadores da região. Em conversa informal com o ministro Onyx Lorenzoni na última sexta-feira (19), o presidente afirmou que "daqueles governadores de paraíba, o pior é o do Maranhão".

"Eu amo o Nordeste, afinal de contas, a minha filha tem em suas veias, sangue de cabra da peste. Cabra da peste de Crateús, o nosso estado aqui, mais pra cima, o nosso Ceará. Quem é nordestino aqui levanta o braço. Quem concorda com o presidente Jair Bolsonaro levanta o braço. Estamos juntos ou não estamos?",
declarou nesta terça.
Imagem: Divulgação

"Não estou em Vitória da Conquista, não estou na Bahia, nem no Nordeste. Estou no Brasil. Não há divisão entre nós: [divisão por] sexo, raça, cor, religião ou região. Somos um só povo com um só objetivo: colocar esse grande país em um lugar de destaque que merece".


Durante o discurso, Bolsonaro defendeu o respeito às religiões e voltou dizer que, embora o estado seja laico, ele é cristão. A afirmação já havia sido feita por Bolsonaro no início de julho, em evento no Senado, quando disse que indicaria um ministro evangélico para o Supremo Tribunal Federal.

Governador não participou de inauguração

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), se recusou a participar do evento de inauguração do terminal aéreo nesta terça por considerá-lo restrito a poucos convidados, “como se fosse uma convenção político-partidária”. Desde o início da manhã, o terminal aéreo estava cercado por tapumes.

Durante o discurso, Bolsonaro disse lamentar que Costa não estivesse no evento e que não tem preconceitos em relação a partidos, mas que não aceitava quem quiser "impor a nós o socialismo ou o comunismo".

Assim como o governador Rui Costa, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Nelson Leal (PP), também informou que não participaria da cerimônia em solidariedade à decisão de Costa. Além deles, a filha do cineasta baiano que dá nome ao terminal, Paloma Rocha, se recusou a ir ao evento.

Bolsonaro usa chapéu de vaqueiro

Em um segundo pronunciamento, Bolsonaro voltou a defender o Nordeste, disse ser uma honra ser nordestino naquele dia e vestiu um chapéu de vaqueiro, de couro.

"Não é qualquer um que usa um trem desses na cabeça, não. Somos todos paraíba, somos todos baianos. O que nós não somos é aqueles que querem puxar pra trás o nosso estado, o nosso Brasil. Aí nós não somos",
afirmou.
Imagem: Reprodução/TV BahiaBolsonaro veste chapéu de vaqueiro durante evento em Vitória da Conquista, na Bahia.(Imagem:Reprodução/TV Bahia)Bolsonaro veste chapéu de vaqueiro durante evento em Vitória da Conquista, na Bahia.

Prefeitos presentes
Os prefeitos de Salvador, ACM Neto (DEM), e de Vitória da Conquista, Hérzem Gusmão (MDB), participaram da cerimônia. Bolsonaro cumprimentou os dois durante seu discurso e deu um recado a ACM Neto.

"Chamo de garoto porque você é muito mais novo que eu. Mais na frente, se Deus quiser, você ocupará a honrosa cadeia que ocupo",
declarou.

Ausência da Polícia Militar
Nesta terça, antes de embarcar rumo à Bahia, Bolsonaro postou em sua conta no Twitter que o governador Rui Costa não autorizou a presença da Polícia Militar para fazer a segurança na cerimônia. Em resposta, o governador disse que, como o evento é exclusivamente federal, as forças federais devem fazer a segurança do presidente — a PM é uma força estadual.

Nesta manhã, quando Bolsonaro desembarcou no município baiano, pouco antes das 11h, agentes da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e do Exército, além de seguranças particulares, participavam do esquema de segurança da inauguração do aeroporto, que amanheceu cercado por tapumes.Centenas de pessoas — entre elas apoiadores e críticos de Bolsonaro — se reuniam do lado de fora do aeroporto por volta das 10h30. O clima era pacífico, e um telão foi montado para transmitir a cerimônia.
Imagem: Reprodução/GloboNewsBolsonaro desembarca em Vitória da Conquista, na Bahia, para inauguração de aeroporto.(Imagem:Reprodução/GloboNews)Bolsonaro desembarca em Vitória da Conquista, na Bahia, para inauguração de aeroporto.

Aeroporto de R$ 105,8 milhões

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, o custo da obra do Aeroporto Glauber Rocha está estimado em R$ 105,8 milhões. Desse total, segundo o governo, R$ 79,9 milhões foram viabilizados por meio de dois convênios. A União repassou ao estado da Bahia 93,33% do valor referente aos convênios.

O terminal está localizado nas proximidades da BR-116, a 10 km do centro de Vitória da Conquista, e deverá começar a operar comercialmente nesta quinta-feira (25). A estimativa é que uma população de 2,3 milhões de pessoas de 100 municípios vizinhos, baianos e mineiros, poderão ser atendidos.

Fonte G1 BA

Confira as últimas notícias sobre Política: florianonews.com/politica
Siga @florianonews e curta o FlorianoNews