Sessão solene homenageia 50 anos da Renovação Carismática Católica

10/09/2019 10h07

Sessão solene homenageia 50 anos da Renovação Carismática Católica.
Imagem: AlepiClique para ampliarDeputada Teresa Britto (PV)(Imagem:Alepi)Deputada Teresa Britto (PV)

“A Renovação Carismática Católica tem uma rica trajetória de meio século no Brasil e é um meio de transformação de vidas”,
afirmou ontem (9), a deputada Teresa Britto (PV), ao falar durante sessão solene na Assembleia Legislativa em homenagem aos 50 anos da RCC no Brasil.

A RCC chegou ao Brasil em 1969, trazida pelos missionários jesuítas norte-americanos Haroldo Joseph Rahm e Eduardo Dougherty. No Piauí, a RCC chegou em 1970, através do atual bispo emérito de Parnaíba, Dom Alfredo Schaffler.

Teresa Britto, que requereu e presidiu a sessão solene, convidou para a Mesa de Honra, dentre outros, a vereadora Cida Santiago, que integra o RCC em Teresina, o presidente da RCC no Piauí, Lucivan dos Santos de Assis; o padre Alcindo Saraiva Martins e a ex-presidente da RCC no Piauí, Olga Maria Leitão Rodrigues.

Após a apresentação de um vídeo sobre a RCC, Teresa Britto discursou afirmando que é católica praticante e que “neste dia temos a grata satisfação e alegria nesta casa do povo de homenagear o Jubileu de Ouro da Renovação Carismática Católica”. A oradora frisou que a RCC consiste em um movimento eclesial que muito contribui para renovar a Igreja, motivando as pessoas para que tenham “uma vivência autêntica do evangelho, baseada nos carismas do Espírito Santo e no encontro pessoal com Deus”.

A parlamentar do PV assinalou que o movimento é denominado carismático porque valoriza e salienta os dons ou carismas que o Espírito Santo derrama sobre os fiéis. Ela disse que a RCC leva amor e paz às pessoas, contribuindo para combater, dentre outras coisas, a depressão e o suicídio, “pois as pessoas de fé são mais felizes”. Teresa Britto parabenizou a todos os membros da RCC pelos 50 anos do movimento no Brasil.


Imagem: AlepiClique para ampliarDeputada Teresa Britto (PV)(Imagem:Alepi)Deputada Teresa Britto (PV)

“A Renovação Carismática Católica tem uma rica trajetória de meio século no Brasil e é um meio de transformação de vidas”,
afirmou ontem (9), a deputada Teresa Britto (PV), ao falar durante sessão solene na Assembleia Legislativa em homenagem aos 50 anos da RCC no Brasil.

A RCC chegou ao Brasil em 1969, trazida pelos missionários jesuítas norte-americanos Haroldo Joseph Rahm e Eduardo Dougherty. No Piauí, a RCC chegou em 1970, através do atual bispo emérito de Parnaíba, Dom Alfredo Schaffler.

Teresa Britto, que requereu e presidiu a sessão solene, convidou para a Mesa de Honra, dentre outros, a vereadora Cida Santiago, que integra o RCC em Teresina, o presidente da RCC no Piauí, Lucivan dos Santos de Assis; o padre Alcindo Saraiva Martins e a ex-presidente da RCC no Piauí, Olga Maria Leitão Rodrigues.

Após a apresentação de um vídeo sobre a RCC, Teresa Britto discursou afirmando que é católica praticante e que “neste dia temos a grata satisfação e alegria nesta casa do povo de homenagear o Jubileu de Ouro da Renovação Carismática Católica”. A oradora frisou que a RCC consiste em um movimento eclesial que muito contribui para renovar a Igreja, motivando as pessoas para que tenham “uma vivência autêntica do evangelho, baseada nos carismas do Espírito Santo e no encontro pessoal com Deus”.

A parlamentar do PV assinalou que o movimento é denominado carismático porque valoriza e salienta os dons ou carismas que o Espírito Santo derrama sobre os fiéis. Ela disse que a RCC leva amor e paz às pessoas, contribuindo para combater, dentre outras coisas, a depressão e o suicídio, “pois as pessoas de fé são mais felizes”. Teresa Britto parabenizou a todos os membros da RCC pelos 50 anos do movimento no Brasil.



Fonte Alepi

Tópicos: pessoas, teresa, movimento